FALE CONOSCO
  • 11 2144.0808
    Carregando…

    READY TO ROCK?

    Click the button below to start exploring our website and learn more about our awesome company
    Start exploring

    DISPENSÁRIOS ELETRÔNICOS SUBSTITUEM PROFISSIONAIS DA SAÚDE? (Farmacêuticos e Enfermeiros)

    As instituições de saúde têm reconhecido a importância da segurança do paciente e da instituição de soluções inovadoras para qualificar o seu cuidado, como, por exemplo, a implementação dos dispensários eletrônicos. Para avaliação de tecnologias inovadoras podemos utilizar a técnica de grupos focais, a qual é importante para o conhecimento das percepções, hábitos, valores e restrições prevalentes no trato de uma dada questão por pessoas que partilham alguns traços em comum.

    A automação é a tecnologia onde um procedimento é feito sem assistência humana. Na medicina, robôs já auxiliam processos cirúrgicos minimamente invasivos.
    Investir em automação ajuda a cortar gastos com a recuperação de pacientes sendo o investimento absolutamente viável.

    A ASHP (American Society of Health-System Pharmacists) apoia o uso do dispensário eletrônico quando libera o farmacêutico de funções de distribuição de mão de obra intensiva, melhora o atendimento de pacientes por farmacêuticos e enfermeiros, melhora a prestação de contas, o armazenamento, a disponibilidade de medicamentos, aumenta a produtividade da equipe e diminui a taxa de erros.

    Com o uso de dispensários eletrônicos os profissionais ficam focados em assistência ao paciente, otimizando o tempo de locomoção, espera no caso de enfermagem, realização de logística, inventários, lançamentos em conta, baixa de estoque, no caso de farmacêutico, tendo maior disponibilidade para as atividades de Farmácia Clínica, contribuindo com o corpo clínico e equipe de enfermagem para a segurança dos pacientes, refletindo no aumento da qualidade do atendimento, bem como a percepção de qualidade por parte dos pacientes, cada profissional utilizando sua carga horária diária focada na recuperação da saúde do paciente.

    Leandro T. Ferracini

    • Referências:
    • avaliação da segurança dos pacientes com o uso de dispensários eletrônicos em um Hospital Universitário (Universidade do Rio Grande do Sul)
    • Ilaphar | Revista de La Ofil, Revista de la Organización de Farmacéuticos | Ibero-latinoamericanos | Ibero Latin American Journal of Health System Pharmacy, Segurança do paciente na implantação de dispensários eletrônicos: análise na função “override” Fecha de recepción: 02/03/2018- Fecha de aceptación: 25/05/2018.